Fundação Faculdade Federal de Ciências Médicas de Porto Alegre
Departamento de Ciências Fisiológicas
Disciplina de Farmacologia Básica e Clínica


Professores:
Helena Maria Tannhauser Barros – Professora Titular
Flávio Danni Fuchs – Professor Adjunto
Cláudia Ramos Rhoden – Professora Adjunta
Denise Conceição Dantas Ruiz - Professora Adjunta
Rosane Bossle Bernardi - Professora Substituta

Colaboradores:
Alunos de Pós-Graduação
Monitores


Súmula da Disciplina:

A Disciplina de Farmacologia Básica e Clínica é ministrada uma vez ao ano, tendo um total de 150 horas-aula, que compreendem: aulas teóricas, aulas práticas, seminários, prescrições, casos clínico-farmacológicos, provas, exame final, reuniões de orientação para elaboração de um trabalho em molde científico e apresentação de trabalhos em forma de Congresso Científico. São oferecidos duas disciplinas independentes, na terça-feira ou na quinta-feira, cada uma para aproximadamente 45-50 alunos, que estão distribuídos em 2 subturmas (AD e BC) e para as atividades teórico-práticas, cada uma subdividida em aproximadamente 20-25 alunos, que estão distribuídos em 4 subturmas (A, B, C ou D).


Distribuição das aulas na semana

- Março a Julho de 2007:
- Aulas teóricas: - Turmas B e C às terças-feiras das 14h às 15h30min; Turmas A e D às quintas-feiras das 14h às 15h30min.
- Seminários / aulas práticas / prescrições / exercícios: Turmas B e C terça-feira das 15h30min às 18 horas; Turmas A e D quinta-feira das 15h30min às 18 horas.

- Agosto a Dezembro de 2007:
- Aulas teóricas: Turmas A e D às terças-feiras das 14h às 15h30min; Turmas B e C às quintas-feiras das 14h às 15h30min.
- Seminários / aulas práticas / prescrições: Turmas A e D terça-feira das 15h30min às 18 horas; Turmas B e C quinta-feira das 15h30min às 18 horas.


Objetivos da Disciplina

- Preparar o aluno para o estudo sistemático e continuado dos medicamentos, compreendendo desde a Farmacologia Pré-Clínica até a Clínica, para apoiar o uso correto de medicamentos no processo terapêutico
- Classificar os medicamentos, apontando sua estrutura química, mecanismo de ação, farmacocinética, indicações, contraindicação, modos de uso, efeitos adversos e interações com outros medicamentos, alimentos e drogas de abuso de forma a justificar a opção do arsenal terapêutico e a prescrição correta.
- Conhecer e acompanhar a legislação referente a dispensação e prescrição de medicamentos
- Conduzir trabalho científico pré-clínicos em todas as etapas, desde a execução dos experimentos, coleta de dados, análise de dados, elaboração de trabalho escrito, aplicando conhecimentos básicos de informática
- Compôr pesquisa bibliográfica sobre fármacos novos, utilizando-se de recursos de biblioteca, aquisição de artigos científicos e pesquisa pela Internet
- Treinar apresentação oral de trabalhos em Congressos, em equipe


Sistema de Avaliação:

Os alunos serão submetidos a 6 momentos de avaliação, 4 relacionados com avaliação cognitiva e avaliação de aptidões e 2 relacionadas à trabalhos:
1) 05 provas de avaliação cognitiva (objetivas ou subjetivas). Cada avaliação cognitiva corresponde a 80% da nota global;
2) avaliações de aptidões e de comunicação são realizadas em cada uma das atividades (práticas, seminários, demonstrações, casos clínico-farmacológicos e prescrições, sendo realizadas pelos monitores, estagiários e professores da Disciplina). Serão avaliadas: pontualidade (peso 1); permanência na atividade (peso 1); trazer o material necessário para o desenvolvimento da atividade, como protocolos oferecidos pela disciplina, livros, textos e artigos (peso 1); e participação (peso 3). A avaliação de aptidões corresponde a 20% da nota global.
3) 01 trabalho (trabalho teórico-prático) por ano, avaliado por uma banca composta por professores e alunos de pós-graduação.

Obs.: Aos alunos que perderem uma das avaliações será dada uma segunda oportunidade, conforme. Art.46º Parág.2º do Regimento da FFFCMPA, desde que solicitada em tempo hábil, junto à secretaria da FFFCMPA .Esta prova realizar-se-á ao final da disciplina (Dezembro 2006) antes do Exame Final.


Prêmios

1) Ao grupo de alunos que apresentar o melhor trabalho de Farmacologia é oferecido um prêmio com Diploma de Menção Honrosa
2) O (a) aluno (a) que computar a média mais alta de todas as avaliações da Disciplina será conferido o prêmio “Prof. José Ribeiro do Valle”, na forma de um Diploma.


Outras atividades oferecidas pela Disciplina

1) curriculares
Treinamento em análise estatística de dados coletados em aulas práticas para elaboração de trabalho científico e treinamento para apresentação de trabalhos em congressos científicos, a partir de dados coletados nas aulas-práticas de Farmacologia na atividade denominada “Encontro de Farmacologia Pré-Clínica dos alunos da Fundação Faculdade Federal de Ciências Médicas de Porto Alegre”.
Orientação permanente e/ou mediante escala e agendamento por professores e por monitores e estagiários para a realização de trabalho em moldes científicos.

2) extra-curriculares
A atividade de apresentação dos trabalhos ocorrerá durante um evento científico na Instituição – Semana Acadêmica.
A Disciplina mantém um Serviço de Treinamento em Informações sobre Substâncias Psicoativas (SISP) que funciona como um canal aberto para informação e orientação sobre drogas de uso lícito e ilícito. As informações são prestadas através de contato telefônico e são sigilosas. Além disto a equipe do SISP (professores, funcionários, alunos de graduação da FFFCMPA e outras Faculdades) prepara material didático que visa divulgar conhecimentos científicos atualizados através de uma linguagem simplificada. Dessa forma temos publicado o livro "Conversando sobre Drogas" onde constam os esclarecimentos mais freqüentes da população, 15 folders explicativos sobre diversas drogas e medicamentos, 01 cartaz de Informações Médicas sobre Drogas de Abuso e um livro dos Centros de Tratamento para Dependentes Químicos, que foram editados com auxílio financeiro da FFFCMPA. Estes materiais são distribuídos gratuitamente às pessoas que os solicitam. É também um local de formação para alunos e profissionais que vivenciam um contato mais efetivo com a realidade das drogas de abuso e os problemas de saúde advindos de seu uso, além de orientar e informar a população sobre prevenção e sobre locais para tratamento de dependentes.
Oferecemos estágio voluntário no Serviço de Informações sobre Substâncias Psicoativas (SISP) para alunos que estão cursando ou já cursaram a Disciplina.
Oferecemos estágio de pesquisa e monitoria em Farmacologia a partir do segundo semestre do ano para alunos que já cursaram a Disciplina e que demonstram interesse em atividades didáticas e de pesquisa. As atividades desenvolvidas por estes estagiários envolvem: auxílio e avaliação de aulas-práticas, seminários, casos-clínicos, prescrições, demonstrações em vídeo e co-orientação dos trabalhos realizados pelos alunos que estão cursando a Disciplina. Além disto, auxiliam alunos do Curso de Pós-Graduação em Farmacologia em seus trabalhos de pesquisa quando demonstram interesse.

Bibliografia recomendada:

- Brody, T.M.; Larner, J.; Minnemann, K.P.; Neu, H.C. Human Pharmacology, 3rd ed, Boston: Mosby, 1998.
- Craig, C.R. & Stitzel, R.E. Modern Pharmacology, 4th ed, New York: Little Brown, 1994.
- Ewald, G.A. & Mckenzie, C.R. (Eds) Manual of Medical Therapeutics - The Washington Manual, 30th ed, New York: Little Brown, 2000.
- Fuchs, F.D. & Wannmacher, L. Farmacologia Clínica: Fundamentos da Terapêutica Racional, 3 ed. Rio de Janeiro: Ed. Guanabara Koogan, 2004.
- Fuchs, F.D. & Wannmacher, L. Exercícios de Farmacologia Aplicada. Passo Fundo: Ediupf, 1996
- Hardmann, J.G.; Limbird, L.E. & Gilman, A.G. Goodman & Gilman’s. The Pharmacology Basis of Therapeutics, 11th ed, New York: McGraw-Hill, 2005.
- Melmon & Morrelli´s Clinical Pharmacology: Basic Principles in Therapeutics, 4th ed. New York: McGraw-Hill Inc., 2000.
- Pickar, G.D. Dosage Calculations, 3 rd ed, Stanford: Delmar Publisher Inc., 1990.
- Rang, H.P.; Dale, M.M. & Litter, J.M. Pharmacology, 4 th ed, Churchill Livingston, 2000
- Silva, P. Farmacologia. 5 ed. Rio de Janeiro: Ed. Guanabara Koogan, 1998.